Fundação Cargill e Artemisia se unem para apoiar negócio de impacto social na alimentação

Publicado em em ARTEMISIA.

1ImagemCargill

- Organizações que detêm grande conhecimento em suas respectivas áreas de atuação, Artemisia e Fundação Cargill iniciaram o processo de aceleração da Sumá, plataforma de comercialização de agricultura familiar. O negócio de impacto social conecta diretamente produtores com compradores de alimentos, aumentando as margens de lucro para o pequeno produtor.

- A parceria resultará, também, na construção da “Tese de Impacto Social em Alimentação”, estudo que irá reunir informações relevantes sobre os desafios enfrentados nessa temática pela população de baixa renda no Brasil e pelo setor; e apontar oportunidades para o desenvolvimento de negócios de impacto social que possam contribuir de forma positiva à sociedade.

São Paulo, 9 de outubro de 2017 – A alimentação é um dos temas críticos para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. Os desafios são encontrados em diferentes pontos da cadeia: desde a produção, logística, processamento e oferta até o consumo. Pequenos produtores e consumidores da baixa renda são os elos mais vulneráveis. A agricultura familiar é responsável por 70% da alimentação dos brasileiros, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (2015). Porém, o setor público ainda tem dificuldade em adquirir produtos diretamente desse pequeno produtor, embora a Lei 1.197 determine que 30% dos alimentos comprados pelo governo para a alimentação escolar devem ser adquiridos diretamente de agricultores familiares.

No Brasil, dados do IBGE apontam que, apesar do número de domicílios em situação de insegurança alimentar continuar caindo, ainda existem cerca de 52 milhões de brasileiros sem acesso diário à comida de qualidade e na quantidade satisfatória; em contrapartida, 41 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas no país por dia. Com a quantidade de alimentos desperdiçados, seria possível alimentar 25 milhões de brasileiros diariamente, ou seja, 13% da população. Fatores como a falta de acesso a produtos e informações, o sedentarismo e os maus hábitos alimentares têm impacto direto na saúde da população, resultando em doenças como diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares e obesidade.

Nesse cenário, Fundação Cargill e Artemisia firmaram uma importante parceria por acreditarem que os negócios de impacto têm alto potencial para melhorar a qualidade de vida das pessoas, sobretudo as de menor renda. Um dos desdobramentos dessa união é a identificação e apoio a um negócio que apresenta solução inovadora e escalável para alguns dos desafios relacionados à temática. A outra vertente da parceria resultará na construção da Tese de Impacto Social em Alimentação – análise aprofundada dos principais temas e desafios do setor que irá cruzar os problemas sociais enfrentados pela população dentro da temática para apontar as oportunidades de desenvolvimento de negócios que enderecem esses desafios. Mais do que a sistematização do conhecimento, o estudo trará análises que servirão de insumo para o setor, apoiando o desenvolvimento de uma nova geração de negócios de impacto social com soluções focadas em alimentação.

Segundo Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, a alimentação é um tema crítico para o desenvolvimento do país. “Consideramos fundamental ampliar nosso olhar sobre o tema e entender as lacunas nas quais os negócios de impacto social podem contribuir para a resolução dos diversos desafios que afetam toda a população, em especial a parcela de menor renda. A equipe da Artemisia compartilha com a Fundação Cargill a visão de que é preciso fomentar ações inovadoras para disseminar conhecimento e práticas de alimentação saudável, acessível e sustentável no Brasil. Podemos afirmar que a construção dessa Tese será uma entrega à sociedade, servindo como ferramenta para desdobramentos múltiplos de um tema relevante para a população brasileira e para toda uma rede de profissionais do setor, incluindo empreendedores, institutos, fundações, incubadoras, outras aceleradoras e fundos de investimento”, afirma a executiva.

“Nesse ano, em uma proposta inédita, fechamos a parceria com a Artemísia por acreditarmos nos negócios de impacto social. Quando se trata do futuro da alimentação, não há uma única solução. Por isso, precisamos abraçar uma diversidade de abordagens mais criativas e abrangentes para a promoção de forma saudável, segura, sustentável e acessível. Esse é o propósito da Fundação Cargill e acreditamos que a Tese trará elementos importantes para impulsioná-la de maneira positiva na sociedade”, destaca Alice Damasceno, gerente da Fundação Cargill.

A Tese de Impacto em Alimentação será lançada em São Paulo, em 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação.

Sumá: comércio justo da agricultura familiar

Após uma análise criteriosa, o negócio de impacto social selecionado foi a Sumá – instalada no Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Fundada em 2016 pelo engenheiro agrônomo Alexandre Leripio, pela engenheira ambiental Daiana Paulina da Luz Censi Leripio e pelo administrador de empresas Marco Antônio Harms Dias, a startup oferece uma plataforma de comercialização justa da agricultura familiar.

A solução conecta diretamente produtores com compradores de alimentos, tendo por objetivo aumentar as margens do pequeno produtor. Para isso, os empreendedores selecionam os produtores que apresentam produção qualificada, integrando-os a um marketplace no qual o comprador consegue acessar esses produtores e demandar produtos específicos. Além disso, oferecem – via parceiros – a qualificação para produtores não aprovados no processo.

A plataforma torna o processo de compra e venda mais transparente e eficiente; conta com funcionalidades para a comercialização, o controle de perdas e conexão do consumo com o que é produzido localmente. Em piloto conduzido com 30 agricultores em 10 Estados, os resultados apresentaram redução de 30% nos custos dos produtos comprados via Sumá em relação ao modelo de mercado tradicional.

Hoje, as dificuldades de comercialização da produção ainda representam um grande entrave ao desenvolvimento da agricultura familiar. Com a atuação da Sumá, pode haver uma mudança sistêmica para o aumento de renda do pequeno produtor.

ARTEMISIA

A Artemisia é uma organização sem fins lucrativos, pioneira na disseminação e no fomento de negócios de impacto social no Brasil. A missão da organização é inspirar, capacitar e potencializar talentos e empreendedores para criar uma nova geração de negócios que rompam com os padrões precedentes e (re)signifiquem o verdadeiro papel que os negócios podem ter na construção de um país com iguais oportunidades para todos. Fundada em 2004 pela Potencia Ventures, a Artemisia é signatária do Pacto Global das Nações Unidas; possui atuação nacional e escritório em São Paulo.

A Artemisia foi a primeira organização do Brasil a fazer parte da Omidyar Foundation, a mais respeitada organização no setor de investimento de impacto, fundada por Pierre Omidyar, empreendedor do Ebay. Recentemente, a ARTEMISIA também foi anunciada como uma das cinco organizações selecionadas, entre 115 de toda a América Latina, pelo edital da Rockefeller Foundation, Avina, Avina Americas e Omidyar. www.artemisia.org.br

FUNDAÇÃO CARGILL

Há mais de 40 anos, a Fundação Cargill atua de forma responsável em prol da mobilização e da transformação social do país, levando conhecimento para promover a qualidade de vida para mais de 34 mil pessoas por ano. A organização acredita na importância da disseminação do conhecimento e das práticas para uma alimentação saudável, segura, sustentável e acessível, que vá do campo até a mesa do consumidor. Com essa premissa, a Fundação Cargill apoia e desenvolve projetos sociais nas comunidades onde a empresa está inserida. A Fundação conta com uma rede formada por funcionários voluntários, organizações não governamentais, institutos e associações para aumentar o nível de consciência sobre questões fundamentais relativas à alimentação saudável e equilibrada.

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Assessoria de imprensa da Artemisia

Printec Comunicação www.printeccomunicacao.com.br

Betânia Lins betania.lins@printeccomunicacao.com.br

Vanessa Giacometti de Godoy vanessa.godoy@printeccomunicacao.com.br

Fone: (11) 5185-4974 / Celular: (11) 9 9274-9651