Banco de Alimentos abre inscrições para simpósio sobre história e evolução da alimentação

Publicado em em Banco de Alimentos.

DMA2016

 

Em alusão ao Dia Mundial da Alimentação no Brasil, a ONG Banco de Alimentos promove uma programação voltada a debater a evolução da alimentação, hábitos saudáveis e o desperdício de alimentos. O evento será realizado em 13 de outubro, no Centro Universitário Senac – Santo Amaro (Avenida Engenheiro Eusébio Stevaux, 823), a partir das 14 horas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 11 de outubro pelo link http://bit.ly/2c3YjyW. 

São Paulo, 6 de outubro de 2016Com o objetivo de conscientizar o cidadão brasileiro sobre a importância da alimentação e o impacto do desperdício na sociedade e no meio ambiente, a associação da sociedade civil Banco de Alimentos está com as inscrições abertas para a terceira edição do Dia Mundial da Alimentação. O simpósio “Alimentação: ontem, hoje e amanhã” contará com uma ampla programação gratuita de palestras com temas associados à história da alimentação, hábitos saudáveis e desperdício de alimentos. As inscrições podem ser realizadas até 11 de outubro pelo link http://bit.ly/2c3YjyW, ou enquanto houver vagas. O credenciamento da imprensa pode ser feito pelo e-mail camila.ramos@printeccomunicacao.com.br.

O simpósio será realizado na quinta-feira, 13 de outubro, no Centro Universitário Senac – Santo Amaro, a partir das 14 horas e contará com um ciclo de palestras sobre a evolução da alimentação – consequências e benefícios. A primeira parte, “Ontem”, será iniciada por Breno Lerner, autor e estudioso da História da Culinária, que abordará a alimentação nos tempos de guerra e consequências na atualidade; Mártin César Tempass, antropólogo e professor na Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), terá como tema a contribuição da cultura indígena no processo de formação da cozinha brasileira; e Isabella Magalhães Callia, especialista em História e Cultura da Alimentação, falará sobre as práticas alimentares do mediterrâneo antigo.

A segunda parte, o “Hoje”, terá a participação da nutricionista Nathália Escudeiro, que vai detalhar a importância da alimentação para a formação do paladar nos primeiros mil dias de vida das crianças; Ana Paula Bortoletto Martins, pesquisadora na área de alimentação no Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) irá destacar como o consumidor pode transformar os sistemas alimentares e as consequências que essas mudanças podem trazer; a nutricionista Sophie Deram discorrerá sobre o “terrorismo nutricional” em que vivemos e como o excesso de informações e dietas afeta a nossa alimentação; e a arquiteta Renata Zambon Monteiro, representante do parceiro Senac São Paulo, falará sobre as tecnologias desenvolvidas para equipamentos de cozinha que ajudam a combater o desperdício de alimentos.

O Amanhã, parte final do simpósio, trará o educador Gabriel Zei – que levará os participantes a uma viagem na história para explicar a origem e a criação de uma receita. Paulo Turziani, master chef da Barilla no Brasil, vai compartilhar os seus conhecimentos sobre a dieta mediterrânea em palestra seguida de aula show. A psicóloga e empreendedora Patricia Quadri vai discutir como a tecnologia vem colaborando com o combate ao desperdício de alimentos. Para finalizar o evento, Rony Meisler – CEO da marca de roupas Reserva, vai debater sobre como o capitalismo consciente pode ajudar a mudar a sociedade.

Realizado pela ONG Banco de Alimentos, o evento conta com o apoio educacional do Senac São Paulo, patrocínio da Reserva e apoio de vários parceiros, entre eles Unilever e Printec Comunicação. O Dia Mundial da Alimentação é celebrado, anualmente, em 16 de outubro.


Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos é uma associação civil que atua para minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos. A organização, pioneira no Brasil no conceito de “colheita urbana”, foi fundada em 1998 pela economista Luciana C. Quintão.  De janeiro de 1999 a julho de 2016 foram arrecadadas mais de 6 mil toneladas de alimentos, evitando um grande desperdício. Os alimentos distribuídos são excedentes de  produção e de comercialização, perfeitos para o consumo. A distribuição possibilita a complementação alimentar diária para assistidos pelas 42 instituições cadastradas no projeto: mais de 22 mil pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Printec Comunicação www.printeccomunicacao.com.br
Visite a página da Printec Comunicação no
Facebook
Camila Ramos
camila.ramos@printeccomunicacao.com.br
Betânia Lins
betania.lins@printeccomunicacao.com.br
Vanessa Giacometti de Godoy
vanessa.godoy@printeccomunicacao.com.br
Tel:  +55 11 5185 4970

Sobre a ONG
Banco de Alimentos  http://www.bancodealimentos.org.br/
Visite a página do Banco de Alimentos no
Facebook
Tel:  (11) 3674-0080
email: info@bancodealimentos.org.br