ONG Banco de Alimentos conquista primeiro lugar do Prêmio Betinho de Cidadania

Publicado em em Banco de Alimentos.

PremioBetinho_BcoAlimentosA ONG Banco de Alimentos recebeu a “Salva de Prata”, premiação máxima do Prêmio Betinho 2015, promovido pela Câmara Municipal de São Paulo e destinado às instituições que mais se destacaram na luta pela cidadania.

São Paulo, 24 de agosto de 2015 - A ONG Banco de Alimentos – associação civil pioneira no conceito de colheita urbana e que atua no combate à fome e ao desperdício de alimentos – foi a grande vencedora do Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania 2015. A premiação é promovida pela Câmara Municipal de São Paulo para reconhecer a contribuição de organizações não governamentais que lutam em prol da cidadania e contra a fome, miséria, violência e exclusão social.

A “Salva de Prata” foi concedida ao Banco de Alimentos pela luta contra a fome e o desperdício de alimentos, durante sessão solene da Câmara Municipal de São Paulo, realizada em 19 de agosto. “Ganhar um prêmio dentro da área em que se atua é sempre muito bom, tanto para a equipe que conquistou, quanto para o investidor, que passa a ter a alegria e a segurança  de saber que investiu em uma causa que ajuda a sociedade e que é reconhecida por isso, fato que considero fundamental para o crescimento de uma democracia mais colaborativa e solidária”, afirma Luciana Chinaglia Quintão, presidente e fundadora da ONG Banco de Alimentos. Para a economista, o reconhecimento do trabalho realizado pelas organizações não governamentais é importante para incentivar a participação de investidores e voluntários em prol do coletivo.

 

Para Luciana Quintão, a conquista é ainda mais especial por levar o nome de Betinho: “Fiquei muito feliz com a premiação, mais ainda por estar relacionada com o ser humano que Betinho representa. Tem um sabor todo especial, é uma honra. Betinho nos ensinou que a soma de `vários muitos poucos` pode constituir algo muito maior e nos transmitiu seu exemplo de boa vontade e fé nos homens. Como ele sempre pregou, se existe alguma necessidade é tempo de saná-la por meio do comprometimento individual e coletivo, sendo todos protagonistas, escrevendo a história que queremos para as nossas vidas. Betinho é eterno, porque o bem nunca morre.”

Economista pela PUC do Rio de Janeiro, Luciana encontrou a solução para reduzir os efeitos da fome no combate ao desperdício de alimentos. A organização conduz ações como a colheita urbana, coletando  excedentes de comercializações próprios para consumo, mas que teriam o lixo como destino; esses alimentos coletados são distribuídos entre instituições atendidas, possibilitando que um número maior de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade para uma alimentação saudável e equilibrada. Um outro trabalho, as oficinas sustentáveis, foi criado para disseminar o conceito de aproveitamento integral dos alimentos, que se baseia na utilização das partes não convencionais das frutas, verduras e legumes (como folhas, cascas, talos e sementes) no preparo receitas originais e deliciosas, que além de colaborarem para a economia e evitar o desperdício. Em 16 anos de atuação, a ONG já colaborou com a complementação alimentar diária de mais de 21 mil pessoas – entre crianças, jovens, adultos e idosos – atendidas pelas 42 instituições cadastradas no projeto.

 

Sobre a ONG Banco de Alimentos

Fundado em 1998 a partir da iniciativa civil e pioneira da economista Luciana C. Quintão, o Banco de Alimentos é uma associação civil que atua com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade e em quantidade suficiente para uma alimentação saudável e equilibrada. Os alimentos distribuídos são excedentes de comercializações, perfeitos para o consumo. A distribuição possibilita a complementação alimentar a todas as pessoas assistidas pelas 42 instituições cadastradas no projeto, ou seja, mais de 21 mil pessoas entre crianças, jovens, adultos e idosos.

De janeiro de 1999 até julho de 2015, o Banco de Alimentos arrecadou 5.961.484,32 quilos de alimentos – base para 55.093.927 refeições, evitando um grande desperdício. A ONG trabalha em três vertentes: a primeira é visando minimizar os efeitos da fome e combatendo o desperdício de alimentos por meio da colheita urbana; a segunda é pelas ações educacionais e profiláticas voltadas às comunidades atendidas, em convênio com faculdades de nutrição; e a terceira forma é levando ações e conhecimento para fora das áreas onde existe o problema concreto da fome, atingindo a sociedade como um todo, no sentido de promover uma mudança social, incentivando o fim da cultura do desperdício e promovendo a cidadania consciente.

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Printec Comunicação www.printeccomunicacao.com.br
Visite a página da Printec Comunicação no
Facebook
Camila Ramos
camila.ramos@printeccomunicacao.com.br
Betânia Lins
betania.lins@printeccomunicacao.com.br
Vanessa Giacometti de Godoy
vanessa.godoy@printeccomunicacao.com.br
Tel:  +55 11 5182 1806

Sobre a ONG
Banco de Alimentos  http://www.bancodealimentos.org.br/
Visite a página do Banco de Alimentos no
Facebook
Tel:  (11) 3674-0080
email: info@bancodealimentos.org.br