Gastromotiva adere ao movimento A Corrente do Bem e ao Dia Mundial da Boa Ação

Publicado em em A Corrente do Bem.

1Corrente_Gastromotiva

- Organização que dissemina o potencial, o poder e a responsabilidade da gastronomia como agente de mudanças sociais, a Gastromotiva aderiu ao movimento colaborativo “A Corrente do Bem”. Como parte da mobilização para o Dia Mundial da Boa Ação, em 24 de abril, a entidade incentivará os alunos a empreenderem ações de gentileza e a compartilharem histórias. Serão entregues, previamente, cartões alusivos à data e, no dia 22 de abril, o tema será tratado na aula de cidadania. 

 Inspirada no Pay it Forward Day – surgido na Austrália, em 2007, alusivo ao livro “Pay it Forward”, de Catherine Ryan Hyde, e ao filme protagonizado por Kevin Spacey, Helen Hunt, James Caviezel e Haley J. Osment – A Corrente do Bem é um movimento da sociedade civil que tem a proposta de mobilizar as pessoas a incluir práticas e ações de gentileza no cotidiano. O Dia Mundial da Boa Ação é celebrado em mais de 60 países simultaneamente e integra as ações encabeçadas pelo movimento colaborativo A Corrente do Bem.

São Paulo, 10 de abril de 2014 A Gastromotiva é uma das parceiras do movimento colaborativo A Corrente do Bem. A organização – que dissemina o potencial, o poder e a responsabilidade da gastronomia como agente de mudanças capaz de conectar pessoas e desenvolver ações e comunidades – empreenderá uma série de ações com alunos e parceiros para difundir a cultura da gentileza. Como parte das iniciativas envolvendo o Dia Mundial da Boa Ação, em 24 de abril, a Gastromotiva distribuirá cartões explicativos sobre a mobilização mundial e incentivará os alunos a compartilharem histórias de gentileza cotidiana. No dia 22 de abril, a gentileza será o tema que permeará a aula de cidadania.

Primeira organização do Brasil a inspirar e a promover a transformação e inclusão social por meio da gastronomia, a Gastromotiva tem como principal ferramenta os cursos de capacitação profissional – que são oferecidos a jovens talentos de baixa renda, patrocinados por meio de uma rede do mercado gastronômico e de investidores sociais (empresas, fundações, institutos e indivíduos). Na prática, a Gastromotiva também promove a transformação social ao atuar como ponte entre realidades distantes, buscando soluções para diminuir essa distância, desenvolvendo negócios sociais e organizando experiências e eventos gastronômicos.

Em sete anos de atuação, a Gastromotiva formou mais de 800 aprendizes entre 18 anos e 35 anos com o curso profissionalizante em Cozinha e Salão. Desses alunos, entre 80% e 90% foram empregados após a conclusão. Por meio de treinamentos e aulas com chefs parceiros e professores da Gastromotiva, a cada nova turma, milhares de pessoas são beneficiadas por projetos apresentados pelos aprendizes, incentivadas a replicar o que aprendem no curso em suas comunidades, nos estabelecimentos que os empregam e nas universidades que frequentam. Em 2013, 16 mil pessoas participaram das atividades, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

“A Corrente do Bem é uma ferramenta simples e inteligente de fomentar a cidadania na prática e no dia a dia com os nossos aprendizes e comunidades”, afirma Renata Szeles, responsável pela área de Novos Negócios da Gastromotiva.

Gentileza – da teoria à prática

Muitas vezes parece que a gentileza está perdendo espaço na vida das pessoas que moram nas metrópoles; parece que os atos de generosidade se tornaram um luxo extremamente raro. No entanto, para milhões de cidadãos de 65 países, a gentileza é componente importante de um movimento colaborativo conhecido como A Corrente do Bem. Imbuídos do desafio de resgatar a gentileza cotidiana, os voluntários criaram o Dia Mundial da Boa Ação (Pay it Forward Day). Em 2014, em 24 de abril, atos deliberados de gentileza acontecerão nos quatro cantos do mundo e, pelo quarto ano consecutivo, o Brasil integrará a ação global.

É dentro do cotidiano das pessoas – no quintal das nossas casas –, que residem as melhores oportunidades de realizar um ato gentil. Com essa premissa, A Corrente do Bem defende que a prática de atos gentis e generosos envolve simplicidade,  despojamento. No ano passado, por exemplo, muitos participantes do Dia Mundial da Boa Ação pagaram um café para a pessoa que estava atrás na fila da cafeteria ou pagaram um tíquete de metrô; doaram livros ou palavras de conforto; entre outras iniciativas. Segundo os coordenadores, o importante é pedir que a pessoa que recebe o ato passe o gesto adiante; que seja um agente da gentileza.

“É claro que existem atos mais complexos como mobilizar os amigos a doar tempo em prol de uma instituição; ou arrecadar brinquedos e livros para entidades assistenciais. No entanto, o que importa mesmo é a disponibilidade de tornar a generosidade algo palpável, coletivo e cotidiano”, afirma Livia Hollerbach, uma das idealizadoras do movimento no Brasil.

A CORRENTE DO BEM

Criado pelo australiano Blake Beattie, em 2007, o movimento Pay it Forward Day (A Corrente do Bem) tem como proposta motivar as pessoas a incluir práticas de gentileza e generosidade no cotidiano. Inspirado na obra Pay it Forward, de Catherine Ryan Hyde, a ação chegou ao Brasil em 2011 – por iniciativa de Leonardo Elói e coordenação de Mariana Fonseca e Lívia Hollerbach – com o desafio de mostrar que boas ações são simples, rápidas, divertidas e têm um enorme potencial de transformar a sociedade.

Na prática, o impacto social de uma boa ação, de um gesto de carinho ou de uma gentileza gera um fator multiplicador de bem-estar social. Hoje, a iniciativa está presente em 65 países. Para concretizar A Corrente do Bem no Brasil houve uma mobilização para a criação de uma rede colaborativa de profissionais e empresas de várias áreas, que atuam como voluntários. Em 2014, os organizadores esperam mobilizar 1 milhão de pessoas no Brasil – marca já atingida no primeiro ano de A Corrente do Bem no país.

MAIS SOBRE GASTROMOTIVA

A Gastromotiva foi criada por David Hertz. Formado em Gastronomia pelo Senac Águas de São Pedro, com MBA em Gestão e Empreendedorismo Social pela FIA-USP, David Hertz foi nomeado em 2012 Young Global Leader pelo Fórum Econômico Mundial. Este reconhecimento é concedido a empreendedores entre 30 e 40 anos por seus notáveis projetos, compromisso com a sociedade e potencial para moldar o futuro mundial. David também é fellow Ashoka, organização global que reconhece e investe em líderes sociais, é empreendedor Artemísia, e, em 2009, recebeu o primeiro Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro, concedido pelo Jornal Folha de São Paulo e Fundação Schwab.

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA:
 A CORRENTE DO BEM
Printec Comunicação www.printeccomunicacao.com.br
Betânia Lins betania.lins@printeccomunicacao.com.br
Camila Ramos camila.ramos@printeccomunicacao.com.br
Tel:  (11) 5182-1806 // Fax: (11) 5183-2233
 
GASTROMOTIVA
www.gastromotiva.org.br
Agência TAO – Tel. (11) 3057-3138
Carol Marciale  carol@agenciatao.com / (11) 98247-5041

Thaís Gagliardi  thais@agenciatao.com / (11) 98188-8121