Roney Giah lança o primeiro volume da série Pop em Pedaço

Publicado em em Roney Giah.

O compositor, cantor e guitarrista Roney Giah está lançando o primeiro volume da série “Pop em Pedaço”, que contará com seis edições. Cada volume possui um compacto vinil (7 polegadas) e um CD, ambos contendo dois singles/faixas de autoria de Giah. O formato revisita o compacto simples, amplamente difundido nas décadas de 1950 e 1960.

São Paulo, 18 de junho de 2012Em novo trabalho, o compositor, cantor e guitarrista Roney Giah revisita o formato vinil 7 polegadas (compacto simples, Single Play), um sucesso da indústria fonográfica nas décadas de 1950 e 1960. Pop em Pedaço, que está sendo lançado no mercado nacional, é uma série que conta com seis edições, cada uma delas contendo um vinil 7 polegadas e um CD com as duas faixas/singles autorais em cada mídia. A nova incursão musical mostra o lado mais pop de Giah, que busca um diálogo entre o contemporâneo e o tradicional. As programações eletrônicas conversam com instrumentos acústicos e conferem ao trabalho uma arquitetura musical já consagrada por Quincy Jones & Michael Jackson, Liminha & Gilberto Gil.

No primeiro volume, o destaque são as composições Mas até lá e Estamos seguros embaixo do meu cobertor – lançadas em formato acústico no CD Queimando a moleira, em 2010, e que ganham novo arranjo na primeira edição da série Pop em pedaço. O novo formato procura dialogar com o dinamismo do mercado atual. “A velocidade com que as pessoas consomem música não é mesma das décadas de 1980 e 1990; a ideia do formato compacto permite ao artista saciar essa velocidade e, ao mesmo tempo, sentir-se em dia com a sua obra”, afirma Roney Giah.

“Pop em pedaço vol. 01” conta com Edu Luke (baixo e programações eletrônicas); Bruno Cardozo (piano Rodhes e Hammond); Estela Paixão e Eloiza Paixão (backing vocais); e Roney Giah (voz, guitarra, violão de aço, violão 7 cordas e sinths). O trabalho foi gravado no estúdio Bongô, masterizado por Homero Lotito (Estúdio Reference) e teve como técnicos de gravação Edu Luke e Bruno Cardozo. A direção de arte é assinada por Roney Giah, que teve como assistente de direção Ricardo Collet Franceschi. As fotos são de Danilo Apoena e a revisão de texto de Leo Nogueira. Todas as composições, letras, arranjos, produção & mixagem são assinadas por Roney Giah.

Mercado internacional

Com o mesmo formato do Pop em pedaço, Roney Giah lançará, simultaneamente o primeiro volume do Single Puzzle Piece, um trabalho voltado para o mercado internacional – sobretudo para o norte-americano –, e que é composto por um compacto vinil e um CD divididos em sete edições (um volume a mais que o Pop em pedaço). O trabalho chega ao mercado estadounidense no primeiro semestre de 2012. Segundo Giah, o duplo lançamento (compactos para o mercado nacional e internacional) atende à demanda de produzir álbuns para mercados com características distintas. Nos Estados Unidos, o álbum Queimando a moleira integra a programação diária de mais de 150 college radios norte-americanas; em duas delas, alcançou o top 30. “Com esse formato, consigo viabilizar lançamentos nos Estados Unidos com composições exclusivas para o público americano e, no Brasil, com composições em português, exclusivas para o público brasileiro”, detalha Giah.

A música Talentless lover – que integra o CD e vinil Single Puzzle Piece Vol.01 – foi premiada por um júri formado por profissionais de gravadoras  internacionais (Warner Music, Universal, Sony Music, EMI, Virgin Records, Dreamworks, Capitol Records e CBS Radio), editores da revista Rolling Stone, vencedores e músicos indicados ao Grammy que premiou Roney Giah com o título Suggested Artist Honors. O reconhecimento é concedido pelo Song of the Year, que premia intérpretes e compositores de todo o mundo. A canção – que ficou entre as melhores inscritas –, pode ser ouvida no link http://soundcloud.com/roneygiah/talentless-lover

RONEY GIAH . PRÊMIOS & CARREIRA INTERNACIONAL

Formado pelo Musicians Institute of Technology, em Los Angeles (EUA), em 1994, Roney Giah estudou com Pat Metheny, Scott Henderson, Frank Gambale, Joe Diorio, Joe Pass, Stanley Jordan, Jenifer Batten (ex-guitarrista de Michael Jackson) e Cat Gray (tecladista do Prince). No Brasil, estudou com o maestro Claudio Leal Ferreira e com o Zimbo Trio, no CLAM.

Álbuns

Semente (1998)

Mais Dias na Terra (2006)

Yesterday´s tomorrow (2008)

Queimando a Moleira (2010)

Co´as goela e tudo (2011)

Pop em pedaço vol. 01 (2012)

Single Puzzle Piece vol. 01 (2012)

Premiações e indicações

Disputou o Prêmio Sharp 1998

Disputou o Prêmio Vi998 (edição instrumental)

Segundo lugar no Festival Berklee/Souza Lima (São Paulo)

Latin Grammy (pré-selecionado, edição 2006)

Prêmio TIM (pré-selecionado, edição 2006)

Indicado ao The Musicoz Award 2010 (categoria Best International Artist)

Menção Honrosa do Mike Pinder´s Songwars (2010)

Menção Honrosa do Billboard World Song Contest (2010)

Menção Honrosa do The John Lennon Songwriting Contest (2008) – curadoria de Yoko Ono

Segundo lugar Best World/Folk album of the year (CARAs 2011 – Contemporary A Cappella Recording Awards).

”CD do ano” – Prêmio Caiubí 2011

Suggested Artist Honors, Song of the Year 2012

Especiais

Trilha sonora do filme norte-americano No pain, no gain (2008)

Gravadora inglesa ASTRANOVA Records lança o CD Yesterday´s tomorrow (2008)

Música Argila é relançada no disco Pearl Brazilian Team 3 (1998)

Integra o portfólio do Jingle Punks, e-business musical (2009)

Entra na programação de 150 college rádios nos Estados Unidos e alcança o TOP 30 duas vezes (2011)


­­­­­­

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Printec Comunicação www.printeccomunicacao.com.br

Visite a página da Printec Comunicação no Facebook

Betânia Lins betania.lins@printeccomunicacao.com.br

Vanessa Giacometti de Godoy vanessa.godoy@printeccomunicacao.com.br
Tel:  +55 11 5182 1806
www.roneygiah.com.br